Solar dos Lobos

A história é simples. Um grande grupo económico, Lobo da Silveira, detentora de vinhas no Alentejo nas zonas do Redondo e Arraiolos e de uma marca no mercado, decidiu apostar a sério nos vinhos de mesa. Adega moderna, enologia de Susana Esteban, que rumou do Douro e da Quinta do Crasto para o sul do país abraçando este projecto, e vontade de fazer bons vinhos, parece ser receita para os vinhos Solar dos Lobos estarem, agora, na escolha dos portugueses.

Estou a provar toda a gama dos vinhos Solar dos Lobos, começando pela chamada entrada de gama branco e tinto. Passemos então aos vinhos.

Solar dos Lobos branco 2008

Feito com as castas Chardonnay, Sauvignon Blanc, Arinto e Antão Vaz. Um vinho sem passagem por madeira.
Amarelo citrino. Aroma com intensidade mediana, onde encontramos notas de fruta citrina com algum limão e também algumas notas de melão. Fundo vegetal com algumas flores brancas. Boca com volume mediano e com uma boa acidez. Fruta madura, também aqui com toque citrino e vegetal. Final mediano.

Temos aqui um branco bem feito, fácil de gostar, com uma receita comum a muitos compadres seus sulistas nesta gama de preço. Aposta correcta. 14,5.


Solar dos Lobos tinto 2006

Feito com Trincadeira, Aragonês, Cabernet Sauvignon e Touriga Nacional. Vinificação e estágio em inox.
Cor granada de média concentração. Aroma com boa intensidade, onde encontramos fruta madura a lembrar morangos, cerejas e groselhas. Ligeiro chocolate de leite e ponta vegetal. Boca com volume mediano, tal como a acidez. Muito frutada e com chocolate de leite a acompanhar. Final mediano e frutado.

Gostei deste vinho. A fruta aparece madura mas não enjoativa, até com com um perfil um tanto delicado, a par de chocolate de leite guloso. Boa escolha para o dia a dia. 15.

Os vinhos de entrada de gama tinto e branco já estão provados e aprovados, faltando só o rosé. Parecem-me ser vinhos muito bem feitos, com mistura de castas nacionais e estrangeiras, fugindo à doçura excessiva. O tinto teve uma medalha de bronze no concurso Wine Challenge 2009.
publicado por allaboutwine às 13:12 | link do post