Niepoort Projectos Colheita Tardia 2003

Niepoort é dos meus produtores portugueses preferidos . A sua audácia e astúcia leva-o a fazer experiências, vinificações nunca feitas no nosso país, castas nunca antes vistas no Douro. É um prazer enorme ouvi-lo falar do que já fez e do que ainda pensa fazer.

A gama Projectos nasceu dessa vontade de inovar. Colheitas Tradias, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Pinot feito à moda da Borgonha, várias parcerias com produtores e enólogos estrangeiros, de onde saem vinhos únicos, muitas vezes não percebidos, mas em dúvida muito personalizados.

Este vinho em prova é um Colheita Tardia de 2003, um vinho sem madeira, vinificado e estagiado em cubas de inox.
Tem uma cor amarelo vivo. Aroma com boa intensidade mas algo reduzido, com notas de vegetal cozido e pano molhado. Depois abre um pouco e passa a dar-nos noats de rebuçado de limão e ananás e ligeiro alperce. Fundo melado. Boca com corpo mediano e com boa acidez. Ligeira nota citrina, acompanhada de rebuçados, abacaxi maduro e mel. Final mediano e adicicado.

Não o conheci em novo, mas certamente já ultrapassou a sua melhor fase. O aroma é já algo pesado, sem mostrar grande complexidade. Na boca safa-se melhor, tem uma boa acidez que lhe transmite alguma graça. Pena, estava muito esperançado com este vinho. 14.
publicado por allaboutwine às 13:15 | link do post