Quinta-feira, 11.06.09

Convento da Tomina tinto 2007

Francisco Nunes Garcia é sinónimo de vinhos de qualidade. Numa das zona mais quentes de Portugal, Moura, consegue imprimir nos seus vinhos características que os permitem evoluir da melhor forma em garrafeira, como disso são exemplos os seus Reserva. São vinhos de perfil quente, guloso, mas que têm uma estrutura e frescura invulgar.
A sua gama de vinhos, somente tintos, começa no Convento da Tomina, passando pelo Francisco Nunes Garcia Reserva e acaba nos topos de gama António Maria e Amália Garcia. Teve em tempos um monovarietal Alicante Bouschet, mas que desde 1999 deixou de o fazer.
O vinho em prova é o entrada de gama, o Convento da Tomina da colheita de 2007. Um vinho que anda na casa dos 6 euros e tem as castas Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet e Alfrocheiro. Não passa por madeira.
Cor rubi escuro. Aroma de média intensidade a fruta vermelha como morangos, framboesa, alguma compota. Depois temos o café, capuccino. Ligeiro vegetal e chocolate preto.
Boca encorpada com acidez mediana. Permanecem as notas frutadas acompanhadas de café.
Final de bom comprimento e guloso.
Temos aqui um vinho de boa qualidade, num perfil claro do sul alentejano. Vinho com notas maduras, redondo e que se bebe muito bem. 15,5.
publicado por allaboutwine às 12:04 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Terras do Mendo tinto 2007

Temos aqui uma novidade do Dão, mais precisamente de Oliveira do Hospital.
Luis Vaz Pato, um produtor de uvas que saíam para a Adega Cooperativa de Nogueira do Cravo e que após o insucesso da mesma, aproveitou para arriscar e engarrafar o seu vinho com marca própria. Os conselhos eram favoráveis e a qualidade da matéria prima existia.
É sempre de louvar o empreendedorismo numa região que está a recuperar a passos largos. Os novos projectos vão-nos chegando e isso é muito bom sinal.
Actualmente, o produtor tem 12 hectares de vinha plantados com as castas tintas e brancas características da região. A enologia está a cargo de Elisa Lobo, uma jovem enóloga que está a tempo inteiro neste projecto.
O vinho em prova é da colheita de 2007, feito com as castas Touriga Nacional e Alfrocheiro. Estagia somente em cubas de inox.
A cor é escura, jovem. Aroma intenso numa combinação de notas balsâmicas a lembrar caruma, resinas e algum eucalipto. A fruta aparece a lembrar morangos frescos e cerejas. Ainda temos as flores, de cor violeta e viçosas. Boca de médio porte e com uma bela acidez. Está na linha do aroma, com a fruta, as flores e os balsâmicos. Final longo e saboroso.
Uma bela surpresa, um vinho que está na linha mais tradicional do Dão. Ao provarmos, sentimos as vinhas no meio de pinheiros e eucaliptos. Um projecto que entrou com o pé direito, com um belo vinho que estará no mercado com um preço a rondar os 6 euros. 16.
publicado por allaboutwine às 10:08 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Junho 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
17
20
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

  • Olá Miguel,Sou leitor atento do teu blog e não res...
  • Aqui parece que não concordamos. Eu acho este 2007...
  • José Diogo,É realmente um belo porto com um grande...
  • Olá André.Sê vem vindo a esta humilde casa. Fiquei...
  • Também o achei bem austero na abertura. Ao princíp...
  • Oi Miguel, muito de acordo com o teu descritivo, u...
  • interessante.
  • Nesta prova já não concordo assim tanto, pessoalme...
  • Completamente de acordo com esta nota de prova!Ali...
  • Bom dia, estamos a lançar um projecto de blogue de...

Posts mais comentados

arquivos

tags

todas as tags

links

subscrever feeds