Sábado, 31.05.08

Giro Sol 2006

Castas: Loureiro.
Estágio: Inox.
Enologia: Dirk Niepoort.
Preço: 9€.
Vol: 11,5%.

Cor amarela esverdeada.
Aroma de boa intensidade. Muita fruta a lembrar citrinos como lima, limão e casca de tangerina. Ligeiro ananás e romãs. Notas vegetais que lembram flor de larangeira e rama de tomate. Toque de frutos secos e louro.
Boca de corpo leve, com boa intensidade e muito boa acidez. Intenso, apresenta notas vegetais de florais, tal como no nariz, fruta de polpa branca, muitos citrinos, com muita lima.
Final longo e fresco.
Projecto de Dirk Niepoort na região dos vinhos verdes. Um vinho com complexidade acima da média, com grande frescura. Um belissimo branco. 16.
publicado por allaboutwine às 11:45 | link do post | comentar

Quinta dos Quatro Ventos 2005

Castas: Tinta Roriz, Touriga Nacional e Touriga Franca.
Estágio: 12 meses em barricas de carvalho francês e russo.
Enologia: Pascal Chatonnet e Francisco Antunes.
Preço: 10€.
Vol: 14%.

Cor escura.
Aroma muito mineral, chega a lembrar maresia, notas salgadas. Depois abre e aparece a fruta, como ginja, morangos maduros, ameixas. Notas balsâmicas e lembrar eucalipto e caruma. Toque de fumo e chocolate.
Boca gorda mas elegante, boa acidez, redonda. Mais frutada que no nariz, não deixa de ter o mineral. A fruta lembra ecerejas e groselhas.
Final longo com notas de chocolate e mineral.
Mais um belo vinho das Caves Aliança. Segundo vinho desta quinta duriense, após o conceituado reserva, mas não deixa de ter qualidade. Tem notas tipicas do Douto, muita mineralidade. Escolha segura. 16,5.
publicado por allaboutwine às 11:08 | link do post | comentar

Quinta das Baceladas 2004

Castas: Merlot, Cabernet Sauvignon e um pouco de Baga.
Estágio: 12 meses em barricas novas de carvalho francês.
Enologia: Pascal Chatonnet e Francisco Antunes.
Preço: 12€
Vol: 14,5%.

Cor muito escura.
Aroma poderoso, concentrado. Tem notas vegetais que lembra pimento e eucalipto. A fruta aparece densa, co morangos, cerejas, amoras. Sobra ainda espaço para o chocolate, menta e ligeiros fumados.
Boca gorda mas não pesada, taninos algo espigados e acidez forte. Intenso, apresenta sabor a fruta, vegetal, com ligeiro pimento. Toque fumado e alguma menta.
Final achocolatado.
Uma das grandes marcas da Bairrada moderna. Um vinho feito à imagem bordalesa, com a Baga a dar um toque português. Tem um belo corpo, é intenso e tem boa capacidade de evolução. É um belo exemplo de como se consegue fazer um grande vinho e vende-lo a um preço acessivel. É uma excelente relação preço/qualidade. 17.
publicado por allaboutwine às 10:48 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Maio 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
17
18
19
21
23
24
26
27
28
29

posts recentes

últ. comentários

  • Olá Miguel,Sou leitor atento do teu blog e não res...
  • Aqui parece que não concordamos. Eu acho este 2007...
  • José Diogo,É realmente um belo porto com um grande...
  • Olá André.Sê vem vindo a esta humilde casa. Fiquei...
  • Também o achei bem austero na abertura. Ao princíp...
  • Oi Miguel, muito de acordo com o teu descritivo, u...
  • interessante.
  • Nesta prova já não concordo assim tanto, pessoalme...
  • Completamente de acordo com esta nota de prova!Ali...
  • Bom dia, estamos a lançar um projecto de blogue de...

Posts mais comentados

arquivos

tags

todas as tags

links

subscrever feeds