Domingo, 30.03.08

Bacalhoa Moscatel de Setúbal 2001

Castas: Moscatel.
Estágio: 3 anos em meias pipas de carvalho usadas.
Enologia: Filipa Tomás da Costa e Vasco Penha Garcia.
Preço: 4€
Vol: 17%.

Cor ambarina com alguma concentração.
Aroma tipico, com raspas de casca de laranja, passas de fruta branca, algum mel e ligeiro floral.
Boca redonda, com boa relação entre a doçura e acidez. Continuam as raspas de casca de laranja, as passas e ligeiro sabor melado. Final longo e doce.
É um vinho bem conseguido, com um preço ajustado, ligeira complexidade. Para mim é o melhor moscatel desta gama. 15,5.
publicado por allaboutwine às 12:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Misterio Chardonnay 2007

Castas: Chardonnay.
Estágio: 3 meses em barricas, mais 3 meses em garrafa.
Enologia: Luis Cabral de Almeida.
Preço: 5€.
Vol: 13%.

Cor amarela citrina.
Aroma de média intensidade. Notas amanteigadas características da casta, ligeiros apontamentos minerais, espargos, ameixas amarelas e ligeira baunilha.
Boca com bom corpo, redonda, com acidez mediana mas suficiente.
Continuma os aromas encontrados no nariz, mantendo a mesma complexidade. A fruta, os espargos e ligeiro mineral. Bom final.
Um Chadonnay do Novo Mundo, da Argentina. Bem feito, um bom preço. O que se quer mais? 15.
publicado por allaboutwine às 11:50 | link do post | comentar

Vale de Ancho Reserva 2004

Castas: Aragonês e Alicante Bouschet.
Estágio: 8 meses em barricas de carvalho francês.
Enologia: João Melícias e Jorge Páscoa.
Preço: 30€
Vol: 13,5%.

Cor escura, boa concentração.
Muitas notas de couro, que marcam demasiadamente o aroma. Consegue-se cheirar ainda chocolate, café e ligeira compota de frutos pretos.
Boca com bom corpo, excelente acidez. Taninos com alguma secura mas adocicados.
Boa intensidade aromática, onde permanecem as notas de couro, café e chocolate amargo. A fruta, essa, continua compotada e saborosa. Final longo e complexo.
Segundo ano consecutivo prémio de excelência pela Revista Vinhos, a meu ver não tanto merecido como no ano passado com a colheita de 2003. Está muito marcado pelas notas de couro, passando a fruta para segundo plano. O enólogo diz que é um vinho que aguentará mais tempo em garrafa que o anterior. Neste momento está ainda algo fechado. 17.
publicado por allaboutwine às 11:30 | link do post | comentar

Prova Régia 2007

Castas: Arinto.
Estágio: Inox.
Enologia: João Corrêa.
Preço: 3,50€
Vol: 13%.

Cor amarela esverdeada.
Aroma com primeiro impacto vegetal, tipo rama de tomate. Depois aparece a fruta citrina e tropical como lichias e maracujá. Fundo mineral.
A boca é muito fresca, excelente acidez em corpo mediano. Confirma as notas do aroma. Vegetal, frutos tropicais com especial incidência no maracujá e ligeiro mineral. Final fresco e curto.
Bom exemplar do Arinto de Bucelas, muita frescura característica da zona. Mantém a qualidade ano após ano. Boa escolha. 15,5.
publicado por allaboutwine às 11:07 | link do post | comentar

Quinta das Estrémuas Reserva 2004

Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Jaen.
Estágio: 9 meses em barricas de carvalho francês e americano.
Enologia: Vines & Wines.
Preço: 10€.
Vol: 15%.

Cor muito escura.
Aroma concentradíssimo. Muitas notas frutadas, fruta doce, compotada. Chocolate preto, balsâmicos doces e leves flores secas tipo pot pourri.
A boca é espessa, redonda, acidez mediana. Sabores muito doces, como fruta e chocolate. Alguma secura transmitida pelo álcool que está muito presente. Final longo e doce.
Um vinho dominada pelo álcool, notando-se mais na boca que no nariz. O desiquilibrio é notório, o que é uma pena. Tem uma boa extração e está muito redondinho. Será esta a nova tendência do Dão? 15,5.
publicado por allaboutwine às 06:46 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Régia Colheita Reserva 2006

Castas: Arinto, Antão Vaz, Perrum e Roupeiro.
Estágio: 3 meses em meias pipas de carvalho português.
Enologia: Rui Veladas.
Preço: 6€.
Vol: 13%.
Amarelo citrino.
Aroma intenso. Muitas notas do estágio em madeira. Baunilha, especiarias e coco, tapam a fruta tropical. Ligeiro mineral.
Boca gorda, boa acidez. Continuam as notas provenientes da madeira, o que lhe dá um sabor muito especiado e canforado. Também se percebe a fruta tropical. Bom final.
Mais um bom vinho alentejano, de adega cooperitiva. Ainda marcado pelas notas do estágio em madeira, dá neste momento uma boa prova. Pode melhorar em garrafa. 16.

publicado por allaboutwine às 06:29 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Março 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
31

posts recentes

últ. comentários

  • Olá Miguel,Sou leitor atento do teu blog e não res...
  • Aqui parece que não concordamos. Eu acho este 2007...
  • José Diogo,É realmente um belo porto com um grande...
  • Olá André.Sê vem vindo a esta humilde casa. Fiquei...
  • Também o achei bem austero na abertura. Ao princíp...
  • Oi Miguel, muito de acordo com o teu descritivo, u...
  • interessante.
  • Nesta prova já não concordo assim tanto, pessoalme...
  • Completamente de acordo com esta nota de prova!Ali...
  • Bom dia, estamos a lançar um projecto de blogue de...

Posts mais comentados

arquivos

tags

todas as tags

links

subscrever feeds