Sábado, 15.03.08

Oboé Grande Escolha 2001

Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Barroca.
Estágio: 20 meses em barricas de 225 lts de carvalho francês.
Enologia: Marta Casanova e Miguel José Almeida.
Preço: 40€.
Vol: 13,5%.

Apresenta uma cor jovem, pujante.
Começa por dar notas de fruta compotada, não excessivamente doces. Muito especiado com especial enfoque na canela. Ponta de chocolate preto.
A boca pende mais para a elegância, sem deixar de ter bom corpo. Tem uma boa acidez e taninos redondos. Permanecem as notas frutadas e especiadas. Bom final de boca, com longevidade.
Até à data era o topo de gama do produtor, agora será o JM Grande Escolha. Pelo meio tem vinhos como o Fagote Reserva, também uma boa escolha. Este Oboé está um bom vinho, está a envelhecer condignamente. Tem o álcool bem controlado, em intrusado, tal como os restantes componentes. Dá uma bela prova. 17.
publicado por allaboutwine às 09:27 | link do post | comentar

Vinha Grande 2006

Castas: Viosinho, Gouveio e Codega.
Estágio: Barricas de carvalho durante 6 meses.
Enologia: Luis Sottomayor.
Preço: 10€.
Vol: 13,5%.

Cor amarela citrina.
Aroma complexo. A fruta aparece sob forma de alperce, pêssego e ligeiro melão. A madeira entra de forma graciosa, com abaunilhados, ligeira pimenta, curiosa canela. Bafo de anis.
Boca com bom volume, intensa, boa acidez, muito bem integrada. Permanece a fruta e as especiarias. Final longo e complexo.
Belo vinho. Grande complexidade, boa frescura e com muita qualidade. Eu gostei muito. 16,5.
publicado por allaboutwine às 09:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta do Peru 2006

Castas: Viosinho e Verdelho.
Estágio: Inox.
Enologia:
Preço: 7€.
Vol: 13%.

De cor amarela pálida.
Aroma de fruta branca como maça, alguma meloa e melão muito maduro.
A boca tem corpo mediano e boa acidez. Permanecem as notas frutadas. Tem um final de boca com boa frescura.
Tive curiosidade em provar este vinho devido às castas que tem, nada normais para esta região, terra do Moscatel e Fernão Pires. Mas cada vez mais existe uma universalidade de castas por todo o lado. Em relação ao vinho, não me trouxe nada de novo. Está bem feito, tem boa frescura, bebe-se muito bem. Nota menos para o preço, algo puxado para a qualiadade. 15.
publicado por allaboutwine às 08:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Março 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
31

posts recentes

últ. comentários

  • Olá Miguel,Sou leitor atento do teu blog e não res...
  • Aqui parece que não concordamos. Eu acho este 2007...
  • José Diogo,É realmente um belo porto com um grande...
  • Olá André.Sê vem vindo a esta humilde casa. Fiquei...
  • Também o achei bem austero na abertura. Ao princíp...
  • Oi Miguel, muito de acordo com o teu descritivo, u...
  • interessante.
  • Nesta prova já não concordo assim tanto, pessoalme...
  • Completamente de acordo com esta nota de prova!Ali...
  • Bom dia, estamos a lançar um projecto de blogue de...

Posts mais comentados

arquivos

tags

todas as tags

links

subscrever feeds