Altas Quintas branco 20008



Temos em prova mais uma novidade do produtor Altas Quintas. Desta vez brinda-nos com um branco, diferente, mais estruturado e complexo que o Crescendo, que pretende ser um parceiro para este Outono/inverno.
É o topo de gama dos brancos Altas Quintas, feito 4 anos após a primeira colheita da casa.
Com uma forte base da casta Verdelho e um pequeno contributo do Arinto, este colheita 2008 resultou de uma selecção das melhores uvas brancas de Altas Quintas, fermentadas em barricas novas de carvalho francês a baixas temperaturas, e de um processo de maturação nas mesmas barricas em câmara frigorífica, ao longo de mais de seis meses. Durante este estágio de amadurecimento, foi sujeito a uma batonnage, progressivamente decrescente, que conferiu ao vinho mais estrutura e complexidade.
Apresenta uma cor citrina, viva.
Aroma intenso, com predominância de notas de fruta citrina, que nos lembra limão e tangerina. Ligeiro tropical, com maracujá. O estágio em madeira dá-nos notas de baunilha, côco, ligeiro fumo.
Boca encorpada e com uma bela acidez. A fruta citrina e tropical está acompanhada de baunilha, côco e fumados. Belo final, longo, fresco e guloso.
Temos aqui um vinho, que a meu ver, está ainda um pouco marcado pela madeira que, principalmente na boca, tapa um pouco a fruta. Tem estrutura e frescura suficiente para crescer em garrafa, para casar melhor as partes. Uma boa estreia.16,5.
publicado por allaboutwine às 10:30 | link do post | comentar