CARM branco 2008

Principio agora uma prova da gama dos vinhos CARM.
A Casa Agrícola Roboredo Madeira (CARM), produtor duriense de Almendra, Douro Superior, é uma empresa familiar, existindo documentos que atestam a sua actividade económica desde os meados do século XIII. São cerca de 220 ha de olival e 60 ha de vinha espalhados pelas várias quintas da família, de onde saem os seus vinhos e o azeite de alta qualidade.
Tal como em quase toda a região, é o xisto que predomina, conferindo aos vinhos as características únicas que os diferenciam dos vinhos do resto do mundo.
A imagem dos rótulos foi totalmente reformulada, tal como a gama dos vinhos. Temos assim rótulos muito apelativos e com um perfil mais "clean". A gama de vinhos começa com os CARM colheita branco e tinto e acabam nos reserva, também na versão branco e tinto.

Começo pelo colheita branco de 2008. Um vinho feito com as castas típicas durienses, como o Códega de Larinho, Rabigato e o Viosinho.
Mostra-nos uma cor amarelo citrino. O aroma é intenso, com notas citrinas a lembrar limão, lima, casca de laranja. Em ambiente mineral, mostra-nos ainda algum floral. A boca tem corpo mediano e uma boa acidez. Muito fruta citrina, tal como no nariz. Está muito bem acompanhada de notas minerais e flores. Belo final, muito fresco.

Temos aqui um bom vinho duriense. Um branco muito fresco, pleno de fruta citrina, muito apelativa. Por cerca de 4 euros, podemos ter um vinho para o dia a dia com qualidade e que acompanhará pratos mais leves. Uma boa escolha. 15,5.
publicado por allaboutwine às 14:48 | link do post | comentar