Altas Quintas Crescendo tinto 2006

Em prova temos mais um vinho do projecto Altas Quintas, produtor que veio dar uma lufada de ar fresco na região norte alentejana.
Este vinho é feito essencialmente com a casta Aragonês, uma das mais utilizadas na região, juntamente com a Trincadeira e Alicante Bouschet. Em 2005, o Aragonês teve a companhia da Trincadeira. Já em 2006, foi acrescentado o Alicante Bouschet às outras duas castas. É vinificado em balseiros de carvalho francês e estagiou durante 12 meses em barricas de carvalho francês.
A cor é escura, profunda.
Aroma intenso. Notas de fruta a lembrar cerejas e ameixas. Estas estão bem acompanhadas de baunilha e de um lado mais balsâmico, com notas de eucalipto.
Boca com bom corpo e com uma bela frescura. Continua num perfil muito frutado, agora na presença de tosta e também de baunilha. Aparece entretanto o lado mais vegetal, mais balsâmico, lembrando a sua origem. Final longo e com bastante frescura.
Temos aqui um vinho que é um filho da Serra de São Mamede. Alia a fruta elegante com a frescura característica da região e os balsâmicos que não podiam deixar de aparecer. Um vinho muito bem feito, aliás, como é apanágio deste produtor. 16.
publicado por allaboutwine às 13:13 | link do post | comentar