Monte Velho tinto 2008

Não vou apresentar este vinho, seria chover no molhado. Talvez o vinho mais conhecido em Portugal e dos portugueses.
Por querermos provar tantos vinhos, das mais variadas regiões, provar os vinhos que estão na moda, os que têm críticas favoráveis, por vezes esquecemos aqueles que sempre os acompanharam, aqueles com que começámos a tentar provar/beber coisas melhores e com mais qualidade. O Monte Velho é um desses casos, um autêntico vinho de domingo.
Foi feito com as castas Trincadeira, Aragonês e Castelão e teve um leve estágio em madeira para arredondar o vinho.
Cor escura, jovem. Aroma com boa intensidade, com algumas notas tostadas, bem acompanhadas de fruta a lembrar morangos, groselhas, ligeira compota. Boca de corpo mediano, assim como a acidez. Continua com a fruta de cor vermelha, com os morangos, as framboesas e as groselhas. Bom final de boca, com fruta.
Temos aqui um vinho que não decepciona ninguém, que mantém a qualidade ano após ano, que é um abrigo quando não se quer gastar muito dinheiro.
Não tenhamos preconceitos em dizer que bebemos e provamos Monte Velho, é um bom vinho e que faz a delílcia de muita gente. 15.
publicado por allaboutwine às 14:02 | link do post | comentar