Quinta Dona Matilde Vintage 2007


Provo agora um Vintage do ano 2007, antes, sinto-me um afortunado por provar um Porto Vintage, um vinho único no mundo e ainda por cima de um ano considerado por muitos como um ano de referência. Quantos enófilos terão esse prazer, já pensaram nisso?

A Quinta Dona Matilde fica situada nas margens do rio Douro entre a Régua e o Pinhão, zona de muitos e bons produtores durienses. É um Quinta familiar com cerca de 93 hectares, 28 deles com vinhas de alta qualidade, classificados com a letra A, expoente máximo da região do Douro. Manuel Ângelo Barros, antigo administrador da Sogrape, é a cara da Dona Matilde, que, com a companhia do seu filho Filipe Barros na área das vendas, dão corpo a um projecto recente, mas onde a qualidade impera e que, com a experiência da equipa, irá dar frutos, com toda a certeza.

Este  Vintage 2007 foi feito com as castas tradicionais do Douro, entre elas a Touriga Franca, a Tinta Barroca e o Bastardo. As uvas têm direito a pisa a pé e após o estágio em barricas durante 2 anos é engarrafado. Tem uma cor muito escura, quase opaca. Aroma com boa intensidade, com boas notas de fruta vermelha (framboesas, ginjas), mineral. Continua com chocolate preto amargo na companhia de alguma flores. Boca encorpada e com uma bela acidez. Confirma o que ancontramos no nariz. Fruta, chocolate, algum mineral, flores, esteva. Belo final, longo e complexo.

Temos aqui um vinho que não tem um perfil poderoso, compacto. Antes mostra-nos alguma abertura, com boa complexidade e generosidade. Apesar de durar ainda uns longos anos em garrafa, está muito bom para ser bebedo nesta altura. Comigo, acompanhou um generoso bolo de chocolate. 17.
publicado por allaboutwine às 14:54 | link do post | comentar