Clos de los Siete tinto 2004

Clos de los Siete é o projecto do famoso enólogo Michel Rolland na Argentina. Clos de los Siete porque são sete os proprietários da quinta, todos eles franceses. Apesar de ser um projecto mais ou menos recente, as primeiras vinhas foram plantadas há cerca de 15 anos, entrou cedo nos píncaros do estrelato, não fosse o enólogo e um dos donos o, talvez, mais conhecido enólogo do mundo. Aliás, no rótulo do vinho aparece escrito "por Michel Rolland". Curiosa a forma como se desenrola o projecto. cada um dos sete donos têm, ou irão ter, a sua própria vinha e adega, mas é Michel Rolland quem dá assistência a todos eles, e os vinhos nascem de um blend das sete vinhas.
O tamanho da propriede colectiva é de 850 ha, metade dela plantada com Malbec e o restante com Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah.

Este vinho em prova tem no seu lote 50% Malbec, 30% Merlot e o restantes 20% divididos entre Cabernet Sauvignon e Syrah. Estágio em barricas de carvalho.
Tem uma cor granada muito escuro.
Aroma falador e profundo. Notas de fruta em passa,  a lembrar-nos cerejas maduras e ameixas em compota, passificadas (tipo ameixas de Elvas). Continuamos com aromas terrosos e ligeiro verniz.
Boca bastante encorpada e com boa acidez. Tal como no aroma, encontramos a fruta muito madura, em passa, na companhia de notas terrosas e ligeiro verniz. Final longo e complexo.

É certamente um vinho que não apanhamos todos os dias. Um vinho "novo mundo" com muita qualidade, complexo, Bem madurão mas com uma boa frescura a compensar.
É deitar os nossos complexos para trás das costas e começar a provar estes vinhos, que nos podem ensinar muito. Custa perto de 30 euros. 17.
publicado por allaboutwine às 14:05 | link do post | comentar