O Pingamor foi ao restaurante

Pois é, a família Pingamor foi ao restaurante. O meu filhote faz hoje 17 meses (já vos disse que ele já se ri quando lhe dou a cheirar um vinho). E o escolhido foi o mui famoso João Padeiro.
Este restaurante ficava ao pé da baía de Cascais. Ainda me lembro do ir com os meus pais para a praia e depois ir lá almoçar. O meu pai dizia que eu tinha uma costela de facho, devido às cadeiras aristicráticas das quais eu tanto gostava. Nos dias que correm, mudou de sítio e fica no Guincho ao pé de tantos outros com uma vista magnífica.
O cardápio não é extenso, é mesmo um tanto curto. É um restaurante que vive do mar com mariscos e peixes grelhados e cozidos. Em relação às carnes têm o famosos cabrito que tanto nome deu ao restaurante, mas que neste momento está fora da carta. O sr. João diz que está à espera que eles fiquem bons. Vamos esperar. Os preços são puxadotes, por exemplo 45€ por um Arroz de Gambas para 2 pessoas, 40€ por um Pregado grelhado. A comida é bem confeccionada, bem apaladada. Em relação às sobremesas têm alguns miminhos como Toucinho do Céu, Pão de Rala (bem feitos).
Os vinhos, esses, estão mal tratados. Uma carta pobre e caríssima. Paguei 15€ por uma Muralhas.
Um sítio a repetir mas só pelo belo do cabrito.
publicado por allaboutwine às 12:42 | link do post | comentar