Quinta da Garrida Touriga Nacional Reserva tinto 2005

Hoje, enquanto se fala do uso excessivo da Touriga Nacional e em como ela está omnipresente nos vinhos portugueses, praticamente em todas as regiões, vão aparecendo vinhos que contrariam essa demanda, vinhos que confirmam o imenso potencial da casta. Eu não credito que, com a imensidão de castas nativas que temos, algumas de grande qualidade, nos viremos unicamente para a Touriga Nacional. Mas aceito de bom grado, que seja uma casta que defina os nossos vinhos, que defina os vinhos portugueses no mundo. A Touriga de Portugal, assim como existe o Tempranillo de Espanha e o Malbec da Argentina. Alguém contesta isso? Eu não!
Passemos ao vinho que temos em prova, um perfeito exemplo do potencial da casta.
Da Aliança e proveniente da Quinta da Garrida, região do Dão, chega-nos este tinto. Após várias colheitas de muito boa qualidade, este 2005 excede todas as outras, com um vinho que foi medalhado em vários concursos e que foi Prémio de Excelência da Revista Vinhos. Estagiou 12 meses em barricas de carvalho francês e russo.
Tem uma cor rubi escuro.
Aroma intenso, complexo, com notas de fruta elegante, a lembrar cerejas, amoras. Notas minerais misturadas com flores e especiarias, com pimenta preta.
Boca encorpada e com uma bela acidez. Mostra elegância e finura, com notas de madeira suave, em conjunto de minerais, fruta envolvida em flores e notas de chá preto. Belo final, longo e complexo.
Temos aqui um grande vinho, feito com uma grande casta. Elegância pura, complexidade, bastante profundo, já a mostrar o porquê de ser uma estrela. Terá um futuro risonho pela frente, melhorará para quem tiver a paciência de esperar por ele, o que é difícil, tamanha qualidade enfrentamos. 17,5.
publicado por allaboutwine às 12:02 | link do post | comentar