Cova da Ursa Chardonnay 2007

Temos aqui um dos mais conhecidos vinhos da casta Cardonnay feitos em Portugal, talvez a par do Tapada de Coelheiros e um ou outro ribatejano. É com certeza um dos mais antigos e sempre foi conotado como um vinho de qualidade superior. Tenho ideia que anda um bocado afastado dos nossos copos, que andam sempre à procura de novidades e esquecem os mais antigos.
É um branco proveniente das encostas da Serra da Arrábida, um micro-clima muito específico onde permite que as uvas amadureçam lentamente. Fermenta e estagia um barricas de carvalho francês novas.
Apresenta uma cor amarelo dourado brilhante. Aroma com alguma intensidade, onde se nota a manteiga fresca característica desta casta, fruta tropical a lembrar manga e abacaxi. Ligeiro tostados e toque de baunilha.
A boca é gorda, com boa acidez. Além da fruta tropical, tem também a frescura dos alimonados. Acaba com ligeiro tostado.
Final longo e complexo.
É um Chardonnay muito bem feito, ao estilo do novo mundo, ao estilo de um chileno que provei há tempos, onde a pouca exuberância da casta é combatida com as notas do estágio em madeira. Acompanha muito bem peixes no forno ou com molhos de natas. 16,5.
publicado por allaboutwine às 11:54 | link do post | comentar