Altas Quintas 600 tinto 2007

Mais um vinho de um produtor que começa a ser uma referência no Alentejo e mesmo em Portugal. Referência de qualidade, referência de elegância, referência de imagem. O produtor chama-se Altas Quintas e o vinho chama-se 600. 600 porque as vinhas estão plantadas a essa altitude, uma coisa rara no Alentejo.
É a estreia desta marca e situa-se como gama de entrada do produtor, onde temos depois o Crescendo, o Altas Quintas e o recentíssimo Obsessão, o novo topo de gama.
Este 600 é feito com as castas Trincadeira, Aragonês e Alicante Bouschet.
Tem uma cor de concentração média/alta.
O aroma é intenso, com boas notas de fruta a lembrar cerejas a groselhas. Tem um lado mais resiniso, mentolado, balsâmico, a lembrar os rebuçados Bolas de neve. Toque achocolatado.
Boca de corpo mediano e uma bela acidez. Mantém a fruta do nariz, agora na companhia de morangos. Continua com sabores mentolados e ligeiro toque achocolatado.
Final longo e fresco.
Temos aqui um vinho que está na linha dos seus irmãos mais velhos. Muita frescura e elegância. Um bom vinho, com qualidade acima da média e fácil de gostar. Brilhará mais se tiver acompanhamento à mesa. 15,5.
publicado por allaboutwine às 11:58 | link do post | comentar