Domingo, 21.03.10

Quinta da Alorna tinto 2008


Temos aqui um perfeito exemplo do que a região Tejo pode fazer com os vinhos de grande volume e com uma qualidade bastante aceitável. O vinho vem da Quinta da Alorna, em Almeirim, produtor conhecido pela qualidade dos seus vinhos e pelos preços baixos que pratica. São vinhos perfeitos para o dia a dia, para festas com muita gente em que queiramos beber algo com qualidade.

Esta colheita de 2008 foi feita com as castas Tinta Roriz, Castelão, Syrah e Alicante Bouschet. É um vinho com um perfil muito frutado, com muita fruta vermelha madura, principalmente morangos e com uma boa frescura na boca.
Belíssima escolha para o dia a dia, um parceiro certo para os prato quotidianos. 15.
publicado por allaboutwine às 13:02 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Quevedo Colheita 1995


Provei aqui há tempos um tinto da Quevedo, um belo vinho sem dúvida. O que aqui provamos agora é um porto, talvez a principal actividade do produtor.
Estamos na presença de um porto datado, os chamado "colheita". Estes são vinhos de uma só colheita e que são envelhecidos em cascos por um período mínimo de sete anos, originando vinhos com amplitudes de cor que vão do tinto aloirado ao aloirado, dependendo da sua idade. Igualmente os aromas e sabores evoluem ao longo do tempo originando diversos estilos de Tawnies. São vinhos muito especiais e que podem chegar a preços muito elevados consoante a marca e idade do vinho.

Este Quevedo colheita 1995 é oriundo da principal propriedade do produtor, a Quinta Vale d'Agodinho, tendo envelhecido em cascos da carvalho francês durante aproximadamente 14 anos. Foi feito com a principais castas do Douro.
A sua cor é vermelha com laivos acastanhados.
Aroma intenso e com muita fruta em passa e licorosa, tais como figos secos e cerejas em licor. Algum chocolate e café um grão.
A boca é encorpada e com uma boa acidez. Continua marcado pela fruta, tanto em passa como em licor. Consegue-se sentir algum chocolate e também o café em grão. Final longo e frutado.

Temos aqui um bom colheita, novo, com a cor ainda bem viva e jovem. Não é muito complexo mas dá imenso prazer. Acompanha perfeitamente uns frutos secos como aperitivo e alguns queijos. Uma boa aposta neste tipo de vinhos. 16.
tags: ,
publicado por allaboutwine às 12:18 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Março 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
19
20
24
26
28
29

posts recentes

últ. comentários

  • Olá Miguel,Sou leitor atento do teu blog e não res...
  • Aqui parece que não concordamos. Eu acho este 2007...
  • José Diogo,É realmente um belo porto com um grande...
  • Olá André.Sê vem vindo a esta humilde casa. Fiquei...
  • Também o achei bem austero na abertura. Ao princíp...
  • Oi Miguel, muito de acordo com o teu descritivo, u...
  • interessante.
  • Nesta prova já não concordo assim tanto, pessoalme...
  • Completamente de acordo com esta nota de prova!Ali...
  • Bom dia, estamos a lançar um projecto de blogue de...

Posts mais comentados

arquivos

tags

todas as tags

links

subscrever feeds