Monte Velho branco 2008

Esta marca é um verdadeiro caso de sucesso, um verdadeiro ícon de qualidade para muitos, um vinho para ser bebido em dias de festa a maioria. No fundo é um caso de sucesso de marketing, tornar um vinho bem feito num vinho de eleição.
O ano de 2009 foi repleto de mudanças na empresa. Depois de assumirem o nome Esporão, tal como sempre foi conhecido, investiram na mudança dos róulos de algumas marcas. Todos repararam, com certeza, nas mudanças no Alandra e agora recentemente, na colheita de 2008, no Monte Velho e no Vinha da Defesa que, a meu ver, foram bem conseguidas.
O vinho em prova é o colheita de 2008 na sua versão branca. Foi feito com as castas Roupeiro, Antão Vaz e Perrum e teve estágio em inox.
Cor amarelo pálido. Aroma de boa intensidade, com fruta tropical a lembrar maracujá, manga. Depois temos alguma na sua versão mais portuguesa, a lembrar melão e maça. Boca com bom corpo e acidez mediana. Permanece a fruta de polpa branca e ligeiramente tropical.
Temos aqui um vinho bem feito, aliás, o produtor não sabe fazer outra coisa. A fruta está apetitosa, o que torna este branco apelativo e de fácil prova. É difícil não gostar. 15.
publicado por allaboutwine às 13:30 | link do post | comentar | ver comentários (13)