Chão Rijo branco 2006

Com o intuito de conhecer alguma coisa feita em Colares com castas que não conheço e algumas mesmo com nomes exóticos, resolvi comprar uma garrafa de um branco da Adega Cooperativa de Colares. O vinho foi barato, cerca de 3 euros. A queda não seria muito grande, mesmo para um branco de 2006. Queria experimentar uma coisa diferente e fugir um pouco à rotina.
Os solos de onde saíram as uvas para este vinho são argilosos, rijos, daí o nome Chão Rijo, uma expressão usada na região. As castas usadas foram a Malvasia, Galego Dourado e Jampal, que não passaram por madeira, somente por inox.
A cor apresenta-se amarelo citrino. Aroma intenso e com evolução. Fruta madura tipo ananás com um toque lácteo a lembrar iogurte. Mineral e toques de rebuçado. Boca de médio porte e com boa frescura. Mantém a fruta madura com especial destaque para o ananás. Final mediano e com alguma frescura.
Um vinho bem curioso, já com evolução notória. Na primeira prova ainda se apresentou fresco e com fruta. No dia seguinte o vinho parecia outro, demasiado evoluído, de acidez parca e muito flácido. Penso que não se irá aguentar muito tempo. Abriu-me o apetite para conhecer mais vinhos da região. 14,5.
publicado por allaboutwine às 09:12 | link do post | comentar