Niepoort LBV porto 2003

Agora viramo-nos de novo para os Portos e de novo para a Niepoort. Em prova temos um LBV, um excelente vinho de final de refeição ou para acompanhar uma sobremesa. Não se pode abrir um Vintage com frequência, por isso, este tipo de Porto é a opção certa. São vinhos que não são caros e que muitos deles têm ótima qualidade.
Este LBV, da colheita de 2003, foi feito com castas de vinhas de baixa produção. Foram utilizadas a Touriga Nacional Touriga Franca, Tinto Cão, Tinta Francisca, Tinta Amarela, Sousão, Tinta Roriz entre outras. Depois de pisa a pé, foram estagiar em barricas de carvalho e em barris nas caves em Vila Nova de Gaia. Dirk tenta "engarrafar este Porto o mais cedo possível para que a frescura e fruta do vintage se revele no momento da prova".
Sai da garrafa com uma cor escura, concentrada. Artoma intenso e concentrado, com notas de pó de talco. A fruta aparece na forma de cerejas, amoras, ameixas em compota, figos secos. Ligeiramente químico, bem acompanhado de chocolate preto e de flores. Boca gorda e com bela acidez. Muita fruta madura e em compota. Tem a companhia de de flores, chocolate preto. Fundo mineral. Final longo e guloso.
Temos aqui um LBV de grande nível. Um vinho complexo, fresco, muito guloso. Ótimo para beber neste momento, é uma excelente opção neste tipo de vinhos. 16,5.
publicado por allaboutwine às 12:53 | link do post | comentar