Chateau Dubois Challon branco 2006

Numa da minhas visitas ao El Corte Inglés, decidi comprar uma coisa diferente. Depois de palmar uns bons kms a revirar garrafas, algumas nem me atrevia a pegar nelas, de tão elevado preços que apresentavam. Esta história levou-me a pensar uma acesa discussão num fórum de vinhos em que discutia a grandeza dos vinhos brancos portugueses. Muito dificilmente, apesar de reconhecer o esforço e galopante evolução da qualidade dos nossos vinhos, os nossos brancos atingirão os preços elevados que outros, principalmente os franceses, apresentam. Quem dará, apesar da qualidade, 500 euros por um branco português?
Este vinho em prova é do conhecido produtor bordalês Pascal Delbeck, dono do Chateau Belair, um digno representante dos vinhos de Bordéus.
Proveniente de 4 hectares num vinhedo plantado sobre solo de argila e areia sobre fundo calcário. As castas usadas no vinho são o Sauvignon Blanc, com cerca de 50% do lote, 45% Semillon e 5% Muscadelle. Fermentação e estagio em barricas de carvalho francês.
Tem uma cor amarelo carregado.
Aroma intenso, com notas de flores, tília, e citrinos a lembrar tangerina, casca de laranja. Curiosas notas de frutos secos a lembrar pistácios. Fundo abaunilhado.
Boca gorda e com uma bela acidez. Continua muito citrina, entre flores e baunilha. Final longo e complexo.
Eu gostei muito deste vinho. Complexo, com a madeira muito bem integrada, ainda muito fresco. Está a evoluir lindamente, estando neste momento belíssimo para beber mas que aguenta ainda uns tempos em garrafa. Um grande achado, que ronda os 13 euros no ECI. 17,5.
publicado por allaboutwine às 12:10 | link do post | comentar